AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Intervenções Institucionais

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - informação económica

Directiva Serviços transposta até ao final do ano

 

Estão em curso os trabalhos com vista à transposição para o direito interno da directiva comunitária que prevê criar, até 2010, um verdadeiro mercado interno dos serviços.


Estão em curso, em Portugal, os trabalhos com vista à transposição para o direito interno da Directiva Serviços, que prevê criar, até 2010, um verdadeiro mercado interno dos serviços. A transposição terá de ser concluída até ao final do ano.

Os Estados-membros deverão proceder ao exame e, se necessário, à simplificação dos procedimentos e formalidades aplicáveis para o acesso e exercício de uma actividade de serviços, à luz dos princípios da não-discriminação e da proporcionalidade. A Directiva prevê a criação de balcões únicos, junto dos quais um prestador possa cumprir todas as formalidades necessárias ao acesso e ao exercício da sua actividade e ao seu exercício, bem como da obrigação de possibilitar a realização desses procedimentos por via electrónica.

A Directiva especifica ainda o direito a utilizar serviços de outros Estados-membros, estabelecendo o direito à obtenção de informações sobre as regras aplicáveis, independentemente do local de estabelecimento, bem como sobre os serviços fornecidos, incluindo, por exemplo, o acesso às condições gerais de contratação.

Estas disposições vêm, assim, obrigar a eliminar os entraves que ainda persistem no mercado interno dos serviços, permitindo às empresas desenvolver a sua actividade em bases mais transparentes e seguras.

Esperamos que a transposição desta Directiva constitua uma oportunidade para os Governos facilitarem a actividade empresarial ao nível nacional, não se limitando aos aspectos ligados com a livre prestação de serviços e liberdade de estabelecimento.

É também importante que os Governos aproveitem a substancial margem de manobra concedida para adequar a sua transposição à realidade empresarial e às especificidades de cada mercado.

Por último, refira-se o facto do saldo da nossa balança de serviços ser positiva (em particular nos sectores abrangidos), o que justifica algum optimismo, pois reflecte as nossas vantagens competitivas, que se tornarão mais relevantes no enquadramento mais aberto proporcionado pela Directiva.


Gabinete de Estudos da AEP


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt