AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Domingo, 22 de Julho de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - feiras

Exponor como agregador da indústria portuguesa

 

Centro de feiras da AEP junta três formatos do seu portefólio: Emaf, Fimap e Ferrália


A Exponor vai ser, entre 21 e 24 de novembro, a grande montra da indústria portuguesa, agregando numa grande feira de negócios, pela primeira vez, três dos mais prestigiados formatos do seu portefólio: a Emaf, a Fimap e a Ferrália. Em perspetiva, a demonstração da vitalidade e do valor económico do sector da metalurgia e metalomecânica, que apresentará num só certame as últimas novidades em matéria de máquinas ferramenta e equipamentos para a indústria.

Qualquer uma das três feiras de negócios que se apresentarão em conjunto eram já uma referência internacional no contexto das tecnologias de produção. Juntas numa só, o braço operacional da AEP - Associação Empresarial de Portugal para as feiras e congressos, passa a ter um dos mais importantes certames industriais em toda a Península Ibérica. Para esse destaque, reconhecido internacionalmente, contribui o carácter multidisciplinar do tecido empresarial presente e a qualidade da respetiva oferta, o que permite adiantar, desde já, que estaremos perante a grande montra da inovação industrial portuguesa.

Formato bandeira da Exponor, a Emaf 2012 pretende, mais uma vez, mostrar a qualidade da indústria nacional de máquinas ferramenta e realçar as componentes de I&D e inovação no evento, destacando a sua importância para o desenvolvimento das tecnologias de produção no nosso país. É neste âmbito que se insere o 6.º Concurso de Inovação, numa parceria com a revista "Robótica", em que serão atribuídos os dois prémios habituais - inovação nacional (Leonardo da Vinci) e internacional (Nicola Tesla) - aos produtos considerados de excelência, em que o fator inovação se apresente como relevante.

Na edição deste ano, e pela primeira vez, o concurso será alargado aos expositores da Fimap e será atribuído o Prémio Projeto Inovador aberto, exclusivamente, a universidades e politécnicos. Com este passo, o evento afirma-se, desde já, como o principal ponto de encontro entre a indústria, os seus fornecedores e o sistema científico e tecnológico nacional.

Os sectores económicos representados neste grande certame da Exponor sustentam perto de meio milhão de postos de trabalho em Portugal e têm uma capacidade exportadora que vale quase 13,5 mil milhões de euros.

Recorde-se que a Emaf - Feira Internacional de Máquinas, Equipamentos e Serviços para a Indústria vai na 14.ª edição, enquanto a Fimap – Feira Internacional de Máquinas para Trabalhar Madeira vai realizar-se pela 17.ª vez. A Ferrália – Salão de Acessórios e Equipamentos para a Indústria da Madeira completará a edição n.º 12.

Só o sector metalúrgico e metalomecânico representará, no final deste ano, cerca de 26 mil milhões de euros de faturação, sendo que metade da produção se refere a exportações (34% de toda a indústria transformadora); ou seja, é uma atividade responsável por um valor acrescentado bruto em torno dos 6,1 mil milhões de euros e 218 mil empregos (28% da indústria transformadora).

A esta dimensão acresce a da fileira da madeira e do mobiliário que, até há bem pouco tempo, era responsável por cerca de 260 mil postos de trabalho diretos e indiretos (5% do emprego industrial) e era protagonista de mais de 10% das exportações nacionais (1.100 milhões de euros).

Os negócios do tecido empresarial desta fileira representam cerca de 4% do PIB nacional, 14% do PIB industrial e 5% do VAB total da economia portuguesa.

Saiba mais sobre a FIMAP; FERRÁLIA e EMAF.


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt