AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Terça-feira, 23 de Outubro de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - internacionalização

Missão Empresarial à Polónia - Poznan

 

De 23 a 27 de junho de 2013


A AEP – Associação Empresarial de Portugal, no âmbito do seu projeto ao QREN – Business on the Way 2013, encontra-se a promover uma missão empresarial à Polónia, entre os dias 23 a 27 de Junho.

A partir de meados de 2003, a economia polaca entrou num ciclo de crescimento, convertendo-a numa das mais dinâmicas da UE, o que se manteve até ao momento presente. No período de 2003-2008, o PIB cresceu a uma taxa média de 5,2% ao ano; enquanto que a crise económico-financeira mundial teve, em 2009, reflexos acentuadamente negativos em todas as outras economias dos países membros da UE, a polaca foi a única a registar, mesmo assim, uma taxa de crescimento.

No conjunto da UE, a economia polaca é aquela que melhor tem vindo a resistir à crise económico financeira mundial e ao agravamento das dificuldades económico-financeiras no seio da Comunidade e, em especial, na Zona Euro, o que se terá ficado a dever, principalmente, ao facto da Polónia contar com o maior mercado (38,2 milhões de habitantes, em 2011), no conjunto dos PECO (Países da Europa Central e Oriental).

O mercado polaco apresenta-se já com uma importância de alguma relevância para a economia portuguesa. Dos 12 países do alargamento, a Polónia figurava, em 2011, como o 1º parceiro comercial de Portugal quer como cliente quer como fornecedor.

De acordo com os dados do INE, o número de empresas que têm vindo a expedir produtos para a Polónia subiu de 645 em 2007 para 800 em 2011, refletindo o interesse crescente dos agentes económicos portugueses por aquele mercado.

A Polónia (com cerca de 39 milhões de habitantes) é atualmente um importante mercado para a colocação de bens de equipamento e de bens de consumo, onde o fator qualidade/preço é determinante. Para além disso, constitui ainda uma importante plataforma para outros mercados da região, que se reforçará no curto médio prazo, nomeadamente para a Ucrânia, Lituânia, Bielorrússia e Rússia.

Também a proximidade geográfica e comercial com a Alemanha, a mais forte economia na Europa e o maior parceiro de importação e exportação da polónia, representa um prognóstico otimista para o futuro. O país apresenta interessantes oportunidades de negócios, nomeadamente em setores onde Portugal poderá alargar mais alguns dos seus negócios ou entrar com os seus produtos de qualidade.

A AEP identifica neste mercado diversos setores de oportunidade para as empresas portuguesas, sendo de salientar os seguintes: Fileira de produtos industriais (moldes, componentes para industria automóvel, embalagens, produtos de cosmética, produtos de limpeza e conservação de uso doméstico e industrial, etc.); Fileira saúde e biotecnologia; Fileira produtos farmacêuticos; Fileira construção e projetos (infraestruturas de transporte, de telecomunicações, revitalização de terrenos pós-industriais, infraestruturas urbanas, infraestruturas para proteção do meio ambiente, consulting estratégico, jurídico - financeiro, project management); Fileira armazenagem, logística, distribuição; Fileira casa (têxteis-lar); Fileira inovação e serviços (Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica); Fileira Agroalimentar (vinhos, café, queijo, azeite, azeitonas, vinagre conservas de atum e marisco)

Neste contexto, convidamos as empresas a integrarem a representação portuguesa e a participarem nesta missão, para o qual se solicita o envio do Formulário de Inscrição. Os valores apresentados incluem o cofinanciamento no âmbito do QREN. Esta Missão Empresarial visa fundamentalmente proporcionar contactos com o tecido empresarial polaco, através de reuniões previamente agendadas com empresas compradoras/importadoras e outras entidades, de acordo com o perfil de cada participante. Esta ação é aberta a todos os setores de atividade.

Aceda às Condições de Participação.

Prazo de inscrição: até ao dia 30 de abril de 2013
Nota: Inscrições limitadas, aceites por ordem de chegada.

Para qualquer informação adicional, poderá contactar:
AEP Internacionalização e Promoção Externa
Eugénia Castro de Sousa
Gestora de Mercados Internacionais
Telf: +351 22 998 17 87; / Tlm: 918794151; Fax:+351 22 998 17 74 ou através do E-mail.



A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt