AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Terça-feira, 21 de Agosto de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - aep

Compradores russos acham “interessantes” vinhos e produtos gourmet portugueses

 

Missão empresarial inversa promovida pela AEP, no âmbito do projeto ECICII, confirma insuficiente promoção de Portugal num mercado com potencial reconhecido


A fileira portuguesa de alimentação e bebidas “tem produtos excitantes” e pode ter na Rússia “um mercado muito atrativo, desde que as empresas invistam em promoção e a marca Portugal ganhe valor distintivo”. Estas foram as sugestões que deixou um dos compradores russos que integrou a missão inversa que na passada semana esteve no Norte do país por iniciativa da AEP - Associação Empresarial de Portugal, no âmbito do projeto ECICII.

“O que vimos e pudemos experimentar deixou-nos encantados”, disse Svetlana Prikop, chefe de compras na cadeia de supermercados Land, baseada em São Petersburgo. “Provámos vinhos excelentes e o que vimos dá-nos garantias. Os produtos portugueses, e não apenas os vinhos, podem ter um futuro muito interessante na Rússia, mas é preciso que sejam reconhecidos, que haja divulgação da gastronomia portuguesa e promoção do que de bom vocês fazem. Sem isso, o consumidor russo continua sem conhecer e a associar Portugal, injustamente, a uma oferta de qualidade questionável”, acrescentou a profissional russa, especialista em vinhos.

Mais otimista, Elvira Badyanova, das lojas de vinhos Veritas, acha que a nossa indústria agroalimentar tem “produtos muito bons e excitantes” para o “gosto e estilo de vida” dos seus concidadãos que “cultivam e podem pagar a diferença”. Portugal “tem um largo futuro” na Rússia do século XXI, “desde que saiba promover a qualidade do que faz”, explicitou.

A missão inversa de compradores e prescritores russos, que desde quarta-feira e até este sábado esteve entre nós, insere-se nas ações do projeto ECICII – Estrutura Empresarial Conjunta para o Impulso e a Captação de Investimento Internacional na Euro-Região Galiza-Norte de Portugal, dinamizado por uma rede colaborativa de que fazem parte a AEP, o Instituto Galego de Promoção Económica, a Associação Empresarial de Viana do Castelo, a Confederação Empresarial de Ourense e a Confederação de Empresários de Pontevedra.

Do programa dos visitantes russos constaram um encontro de negócios, que juntou representantes de mais de duas dezenas de empresas nacionais de vinhos e de produtos gourmet, visitas a quintas e unidades vitivinícolas, provas de vinhos e degustações de produtos característicos da cultura gastronómica portuguesa, como charcutaria, azeitonas, queijos, azeites e compotas.

Entretanto, entre 7 e 11 de outubro a AEP leva a efeito a quarta edição da Portugal Market Week, certame de promoção da oferta portuguesa de vinhos e produtos gourmet, que irá ter lugar nas duas principais cidades da Rússia. Nos primeiros dois dias, haverá encontros de negócios, mostra de produtos e ações de degustação em Moscovo, seguindo depois a comitiva nacional para São Petersburgo, a segunda cidade do país, onde estará mais dois dias. Entre 25 e 30 de novembro, o mesmo formato será estreado em Tóquio, no Japão.

Estas são duas das mais de 40 ações que fazem parte do programa de internacionalização da AEP deste ano, co-financiado pelo Compete, ao abrigo do QREN.



A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt