AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Domingo, 18 de Novembro de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - Eventos Culturais

«Ode Marítima»

 

De 03 a 13 de abril de 2014 – Teatro Nacional de São João


No complexo e fascinante jogo de espelhos dos heterónimos pessoanos, Álvaro de Campos, “engenheiro naval (por Glasgow)”, representa a exuberância que Fernando Pessoa não se permitiu ter. Curiosamente, a reputação de Pessoa começa a construir-se desde a primeira hora – em 1915, na revista Orpheu – em torno de Campos e da sua torrencialidade, que toca o sublime na Ode Marítima, poema que o ator Diogo Infante e o músico João Gil nos dão agora a ouvir com os olhos e a ver com os ouvidos, numa partitura cénica orquestrada pela encenadora Natália Luiza.

Em palco, um homem observando um porto marítimo assume o comando de um paquete que não chegou a entrar no cais. Parte deste cais numa odisseia feita dentro de si mesmo, perpetrando imaginariamente todos os comportamentos humanos e procurando “sentir tudo de todas as maneiras”. Uma viagem ancorada no imaginário marítimo português, sustentando nessa metáfora de fluxo e refluxo do movimento do mar a contradição violenta de um homem que tenta unir diferentes sensações de identidade, transformando-se no cais e no destino, revelando a sua pluralidade de sentidos e tornando corpórea a viagem.

- Preço dos Bilhetes:
. Plateia e Tribuna: € 16,00
. Balcão e Frisas*: € 12,00
. Balcão e Camarotes 1.ª Ordem*: € 10,00
. 3.º Balcão e Camarotes 2.ª Ordem*:€ 7,50

* Frisas e Camarotes só são vendidos a grupos de duas pessoas

Para mais informações clique aqui.

Os Associados da AEP e detentores de cartões AEP Plus beneficiam de condições especiais na aquisição de bilhetes.

Para mais informações, contactar:
- Teatro Nacional de São João
Tel.: + 351 22 340 19 00; Fax: + 351 22 208 83 03


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt