AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - notícias em destaque

AEP e ANQEP juntas pela qualificação das empresas

 

Protocolo de colaboração amplia a resposta formativa da associação e aproxima o instituto público do tecido empresarial. Serão dinamizadas redes locais para atender às necessidades formativas das empresas e de qualificação dos seus colaboradores.


O tecido empresarial português vai passar a rentabilizar melhor e mais facilmente os instrumentos públicos de qualificação e certificação profissional. Esta quarta-feira, 26 de novembro, foi dado um passo importante nesse sentido.

Para encurtar distâncias e operacionalizar respostas de proximidade às necessidades formativas das empresas e de qualificação dos respetivos colaboradores, a AEP - Associação Empresarial de Portugal e a ANQEP - Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional formalizaram um protocolo, com a duração inicial de três anos, que aponta para a “dinamização conjunta dos dispositivos de formação e certificação escolar e profissional”.

Em linhas gerais, a AEP passa a disponibilizar uma resposta formativa e de qualificação dos ativos das empresas mais abrangente. Será privilegiada a Área Metropolitana do Porto, onde a AEP tem a sua sede e os principais centros operacionais, mas a colaboração entre as duas entidades pode alargar-se a outros territórios, conforme a procura das empresas, através, nomeadamente, da criação e dinamização de redes locais de formação que promovam a dupla certificação, escolar e profissional, no quadro do Sistema Nacional de Qualificações.

Para tanto, passa a haver um permanente intercâmbio de informação técnica, partilha de experiências e estreita articulação operacional entre a AEP e o instituto público que tem por missão “coordenar a execução das políticas de educação e formação profissional de jovens e adultos e assegurar o desenvolvimento e a gestão do sistema de reconhecimento, validação e certificação de competências”.

Nesse sentido, o CQEP - Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional promovido pela AEP passa a atuar como um dos representantes da ANQEP junto dos agentes económicos da Área Metropolitana do Porto. A medida visa responder, “numa lógica de serviço de proximidade”, às necessidades de qualificação dos trabalhadores das empresas da região, nomeadamente aos das associadas da AEP.

Para além de iniciativas conjuntas em matéria de sensibilização e divulgação das “ofertas de qualificação existentes”, as duas entidades vão disponibilizar às empresas ações de formação de dupla certificação à medida das suas necessidades, desde que estas se enquadrem no Catálogo Nacional de Qualificações (abrange 39 áreas de educação e formação).

No fundo, trata-se de utilizar os recursos associativos e o CQEP como “instrumentos estratégicos de encaminhamento e orientação ativa da procura de formação e educação”, como salientou o presidente da AEP, Paulo Nunes de Almeida, no seminário que precedeu a assinatura do protocolo.

Também subscritor do acordo, o presidente da ANQEP, Gonçalo Xufre, afirmou que Portugal tem um sistema de qualificação e certificação de competências “sólido”. Na atual conjuntura, porém, é preciso “formar para as empresas”. A formação, enfatizou, “não pode estar desalinhada das empresas”.

O presidente da ANQEP espera, por isso, que esta parceria com a AEP alargue o interface da instituição com o tecido empresarial e contribua para “quebrar o ciclo vicioso da ausência de qualificação”, fator que condiciona fortemente a competitividade das PME portuguesas. Há que alterar a “bússola de competências” de empregadores e trabalhadores, para que a qualificação deixe de chegar apenas “a quem já tem qualificação”, apontou Gonçalo Xufre.

No seminário, em que se apresentaram “Perspetivas cruzadas sobre a qualificação de recursos humanos”, intervieram ainda o diretor do Centro de Emprego de Matosinhos, Paulo Machado, que se centrou na constituição de uma rede local de qualificação; Luis Caseiro, da Toyota Caetano, que partilhou com os participantes a sua experiência em matéria de reconhecimento, validação e certificação de competências e conhecimentos; e um trabalhador cujas competências foram recentemente certificadas através dos dispositivos de formação e dupla certificação disponíveis na rede CQEP.

Mais informações no Site.


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt