AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Quinta-feira, 21 de Junho de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - notícias em destaque

Associações Empresariais reunem com Presidente da CCDR-N

 

Trabalho em rede motiva Associações representantes das empresas da região norte.


Dirigentes das principais estruturas do movimento associativo empresarial nortenho estiveram reunidos no Porto, nesta segunda-feira, com o presidente da CCDR-N – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, Emídio Gomes, a quem deram conta dos seus propósitos de passar a privilegiar o trabalho em rede para um aproveitamento mais eficiente dos recursos alocados à competitividade das empresas, ao crescimento económico e à coesão social e territorial subjacentes aos princípios que enformam tanto o Programa Operacional Regional 2014/2020 como o Portugal 2020.

Nesse novo quadro colaborativo, dirigentes da AEP – Associação Empresarial de Portugal e de seis outras organizações empresariais, de âmbito regional, realçaram as vantagens de uma efetiva disseminação da informação sobre os novos programas comunitários em vigor até ao fim da década por todo o território da região. Nesse sentido, propõe-se, elas próprias, investir na capacitação dos seus quadros técnicos e na maximização dos recursos ao dispor do movimento associativo empresarial.

Em linha com estes objetivos, os dirigentes associativos manifestaram ao presidente da CCDR-N o seu empenhamento em operacionalizar, mal estejam criadas as condições par tal, o projeto “Novo Rumo a Norte”, iniciativa que surgiu no seio da AEP mas que, rapidamente, mereceu a adesão e o envolvimento de todas as outras organizações representadas na reunião.

Aliás, está já em fase bastante adiantada a criação de uma rede colaborativa – que, nesta altura, reúne já para cima de meia centena de associações empresariais, de âmbito local e regional – que se propõe assegurar a cerca de 30 mil micro, pequenas e médias empresas da região, de 86 concelhos:

• o conhecimento dos mecanismos e instrumentos de apoio ao seu dispor no âmbito do novo ciclo de programação europeia;
• um serviço de aconselhamento técnico de proximidade;
• o desenho de eventuais candidaturas;
• o acompanhamento do processo até à conclusão do investimento ou ação concretizados com fundos europeus.

Para além de concorrer para que se esbatam desigualdades territoriais, a transparência dos processos fica mais defendida e o acesso aos mecanismos de apoio mais acessíveis.
Deste modo, os objetivos inerentes ao crescimento económico, à competitividade e internacionalização das empresas da região Norte, ao estímulo do empreendedorismo, à formação e qualificação dos recursos humanos e à coesão territorial mobilizarão mais facilmente os agentes económicos e sociais da região e concorrerão, de forma mais eficaz, para a sustentabilidade económica das PME nortenhas.

Por seu lado, o presidente da CCDR-N regista com agrado esta articulação entre as associações empresariais do Norte e assegurou todo o seu apoio à iniciativa, que se repercutirá no aumento da competitividade e internacionalização das PME da região.

Na reunião, estiveram representadas as seguintes sete organizações do movimento associativo empresarial:

• AEP – Associação Empresarial de Portugal, representada pelo seu presidente, Paulo Nunes de Almeida;
• AIMinho – Associação Industrial do Minho - representada pelo seu presidente, António Marques;
• CEDRAC - Conselho Empresarial do Ave e do Cávado, representado pelo seu presidente, João Albuquerque;
• CETS - Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa, representado pelo seu presidente, Luis Miguel Ribeiro;
• CEVAL - Confederação Empresarial do Alto Minho, representada pelo seu presidente, Luís Ceia;
• NERBA – Associação Empresarial do Distrito de Bragança, representado pelo seu presidente, Eduardo Malhão;
• NERVIR - Associação Empresarial de Vila Real (na impossibilidade de estar presente, o presidente, Luis Tão, enviou uma mensagem solidarizando-se com os propósitos da reunião).


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt