AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - notícias em destaque

Concreta mostra quem está a reabilitar a cidade

 

Acontecerá só em novembro, mas a 27.ª edição da maior feira de negócios da fileira portuguesa de construção já se deu a conhecer. Volta à Exponor num novo conceito e para se integrar nas atuais dinâmicas urbanas.


A AEP - Associação Empresarial de Portugal acaba de apresentar a 27.ª Concreta - Feira de Construção, Reabilitação, Arquitetura e Design. Em relação à última edição, há dois anos, surgirá renovada e num conceito mais próximo das atuais dinâmicas urbanas, para evidenciar a importância social e económica da reabilitação.

Chegar aos 20 mil visitantes, crescer em número de expositores, atrair mais compradores estrangeiros e alargar a participação dos arquitetos portugueses são os propósitos que animam a Exponor, braço da AEP para as feiras e congressos, e a rede de parceiros que trabalham já nos caboucos de uma edição revista e melhorada da maior feira de negócios da fileira portuguesa de construção. São esperados 160 expositores, 20 dos quais estrangeiros, entre fabricantes e distribuidores ligados aos diferentes subsectores da indústria nacional e empresas de serviços de arquitetura, engenharia e especialidades técnicas.

O certame irá decorrer de 19 a 22 de novembro, no parque de feiras da Exponor, em Leça da Palmeira, Matosinhos, num formato propício à interação entre a indústria e os criadores com intervenção no espaço urbano. Os dois primeiros dias estão reservados aos profissionais e nos restantes dois, um fim-de-semana, as portas abrem-se ao público. Paralelamente, terá lugar o 18.º Endiel – Encontro para o Desenvolvimento do Sector Elétrico e Eletrónico, repetindo a fórmula adotada em 2011.

O local escolhido pela AEP para apresentar a edição de 2015 traduz, simbolicamente, o espírito da renovada Concreta: abertura à cidade e compromisso com todos os agentes que nela têm intervenção. A sala de espetáculos do edifício-sede da Cooperativa de Solidariedade Social do Povo Portuense, na baixa do Porto, foi o espaço escolhido. Degradada e a carecer de obras urgentes, há muito que deixou de acolher tertúlias, reuniões e teatros, mas não vai continuar fechada por muito mais tempo.

É esse o propósito da Exponor e dos seus parceiros, entre os quais se contam o estúdio portuense de arquitetura LIKEarchitects, a Ordem dos Arquitetos – Secção Regional do Norte, a APCMC - Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção, a ADDICT - Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas e a Bienal de Cerveira.

Todas estas entidades querem traduzir o posicionamento da renovada Concreta com uma experiência-piloto de reabilitação. Concretizá-la! É esse o fito da iniciativa Concret(izar), marca de um projeto social ativado com o contributo das empresas participantes na feira, que a AEP está a desafiar para assumirem uma atitude permanente pró-regeneração urbana e se envolverem em projetos concretos de reabilitação na área metropolitana do Porto.

A reabilitação urbana, a par da eficiência energética, está no topo da agenda dos decisores políticos europeus e é um dos pilares mais importantes da estratégia para o crescimento verde definida pelo Governo.

Neste contexto e com o quadro comunitário que vigorará até 2020 alinhado com as opções da construção sustentável e da regeneração das cidades, a AEP entendeu dar, com a Concreta 2015, um contributo para o país mais rapidamente responder aos desafios que se lhe colocam nesta área, conhecida que é a pretensão do Governo de fazer duplicar o peso da reabilitação urbana na atividade e nos proventos do sector - ou seja, passar dos atuais 10% para 20%, em 2020.

E, na verdade, as estatísticas oficiais espelham que Portugal está a olhar para as suas cidades e o património edificado de outra forma. Em 2014, foram licenciados no país 15.445 edifícios e concluídos 14.500. Destes, 5.291 foram reabilitados (36,5%) e 9.209 foram novas construções (63,5%). Nas últimas décadas, nunca a diferença (3.918) foi tão pequena.

Para mais informações, consulte o Site da Concreta.


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt