AEPortugal

Associação Empresarial de Portugal

Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018.Visitante

Login Pedido de Informação Imprimir

 

 

AEPortugal

Informação Económica

Formação

 

AEP Projetos

 

Feiras

Internacionalização

Enterprise Europe Network

Qualidade

Ambiente e Energia

S S T

Sistemas de Incentivos

Jurídico

AEPortugal

AEP

Apresentação

Breve Historial

Estatutos

Orgãos Sociais 2017 - 2020

Organograma

CSA  -  Conselho Superior
 Associativo

Inscrição em Eventos

Biblioteca AEP On-line

Newsletters AEP

Subscrever Newsletters AEP

Publicações AEP

Recursos Humanos

AEPortugal

SÓCIOS

Admissão

Actualização de Dados

548.000 Maiores Empresas

Económico Digital

CONTACTOS

AEPortugal

FUNDAÇÃO AEP

APCER

CESAE
Católica Porto Business  School
Exponor
Exponor - Brasil
Formação PME
IDIT
Parque - Invest
 
 

 

 

   

 

     Logo facebook

 

 

A E Portugal : notícias
 

notícias - notícias em destaque

Comunicado de imprensa sobre reunião entre o presidente da Comissão Executiva da TAP e a AEP

 

AEP entende que Conselho Metropolitano deve polarizar movimentações que levem a TAP a rever opções para o aeroporto Sá Carneiro


1) O presidente da AEP - Associação Empresarial de Portugal foi ontem recebido, a seu pedido, pelo presidente da Comissão Executiva da TAP, a quem transmitiu as preocupações e críticas das empresas das regiões Norte e Centro e do movimento associativo que as representa quanto à eliminação de rotas da transportadora de e para o aeroporto Francisco Sá Carneiro.

2) O eng. Fernando Pinto mostrou estar consciente da situação e não ignorar o impacte negativo que a prevista supressão de voos diretos entre o Porto e cidades tão relevantes para as empresas portuguesas, como Milão ou Bruxelas, terá na economia e no desenvolvimento das regiões mais exportadoras do país. Justificou, contudo, essa decisão com os critérios de gestão adotados por uma companhia que tem o seu hub em Lisboa e as boas práticas de gestão seguidas no sector da aviação civil que não se posiciona no segmento ‘low-cost’.

Adiantou ainda que a companhia continuará a assegurar, a partir de Lisboa, as ligações europeias que irão ser desativadas em breve e que não há intenção de mexer na atual oferta da TAP no longo curso de e para o aeroporto Sá Carneiro.

Reafirmou, por outro lado, que a TAP está em condições de assegurar às associações empresariais e às empresas do Norte e Centro, por ocasião das grandes feiras de negócios europeias, as ligações que sejam necessárias, mediante acordo pontual.

O presidente da Comissão Executiva informou também que a TAP coloca grande expectativa no serviço que possa vir a ser disponibilizado pela ponte aérea Porto-Lisboa que se iniciará nesta Páscoa. A este propósito, garantiu que tudo está a ser feito para proporcionar aos utilizadores um serviço célere e de qualidade quer nas partidas quer nas chegadas.

3) Ouvidas as explicações e ponderados os argumentos que o eng. Fernando Pinto entendeu avançar na reunião, o presidente da AEP teve ocasião de reafirmar a relevância estratégica do aeroporto Francisco Sá Carneiro para as regiões Norte e Centro e, ao mesmo tempo, a importância destas regiões para a TAP, empresa à qual vão ser alocados capitais públicos, face à recente decisão do Governo de alterar as condições do respetivo plano de privatização.

Não deixou ainda de lamentar que a TAP tivesse decidido numa matéria com tantas e tão sensíveis implicações - para a economia, e em particular para o turismo, para os territórios e para as empresas - sem previamente ter dialogado com as instituições e as forças representativas da sociedade civil das regiões Norte e Centro, como é o caso da AEP. A este respeito, manifestou ao presidente executivo da TAP toda a disponibilidade em colaborar com a companhia, nomeadamente sempre que em equação estejam, ou possam vir a estar, os interesses das duas maiores regiões exportadoras do país.

4) Convencido que, num quadro acionista em que o Estado voltou a ter uma palavra determinante a dizer nas opções estratégicas e na relação da TAP com todos os portugueses e, ainda, considerando que só através de processos de convergência de atuação se conseguirá defender e valorizar o aeroporto Francisco Sá Carneiro, o presidente da AEP contactou já o presidente do Conselho Metropolitano do Porto, dr. Hermínio Loureiro, a quem deu conta da informação substantiva que recolheu na reunião.

Entendendo que aquele é o órgão institucionalmente legitimado para, daqui em diante, polarizar as movimentações e dar corpo à insatisfação das instituições e da sociedade civil que não desistiram ainda de ter na TAP um aliado da região, a AEP fez já saber que está disponível para continuar a cooperar com o Conselho Metropolitano do Porto e apoiar todas as iniciativas que, neste âmbito, este venha a adotar.

Matosinhos, 1 de março de 2016

Pel’O Conselho de Administração da
AEP – Associação Empresarial de Portugal

Paulo Nunes de Almeida
(Presidente)


A E Portugal : Informação de Rodapé

Design por: www.designarte.pt

Desenvolvido por CESAE: www.cesae.pt

Webmaster: dti@mail.cesae.pt